Share Button

Ainda sob o efeito do cansaço da viagem, chego ao aeroporto de Milão e sigo para a casa. Durante o caminho olho pela janela do carro os lugares que já não me são estranhos, mas que me pareceram tão diferentes, como se os visse pela primeira vez.

Por causa do fuso horário, acabei passando a primeira noite em claro lendo as notícias sobre o Brasil. Nada de Verdades Secretas! Observo a chuva forte cair e tento relaxar. Por volta das 6 da manhã finalmente peguei no sono, só que pouco tempo depois acordei com um barulho de furadeira perfurando a minha cabeça! Em breve terei uma nova vizinha, que está reformando o apartamento de frente para se mudar. A minha cabeça dói. Tento dormir apesar do barulho. Após horas de insistência me levanto e vejo as malas espalhadas pela sala, não tenho a menor vontade de desfaze-las.

Converso com meus pais e depois me arrumo para jantar na casa dos meus sogros, que me esperavam com tanto entusiasmo! Meu sogro comprou as minhas frutas preferidas. Minha sogra fez a pasta al ragù que tanto gosto. Janto divinamente. Conversa vai, conversa vem, as horas passam e volto para casa. A “viagem” da cidade de Brescia, onde vivem os meus sogros, para a cidade de “Rodengo Saiano” onde estou vivendo, dura bem 15 minutos! Embora seja noite de sábado, o movimento em Rodengo é limitadíssimo. Quase não se vê movimento pelas ruas, apenas um ou outro grupinho de jovens que se encontram na praça principal. O silêncio impera e me convida a ir para cama cedo. O calor começa a ceder e a noite é fresca, perfeita para dormir. Será que consigo?