Hoje se comemora o Dia de Reis no Brasil, chamado na Itália de Epifania. Os italianos têm um simpático ditado popular que diz “l`Epifania tutte le feste porta via” (tradução lirvre: a Epifania leva embora todas as festas). Em italiano ou em português o sentido é exatamente o mesmo!

Passadas as festas de fim de ano, os exageros de comida e bebida – e a inevitável ressaca –, as promessas de visitas mais frequentes a amigos e parentes, chegou o dia de desmontar a árvore de natal e recolher em caixas todas as luzinhas e enfeites natalinos para começar – de verdade – o ano. Daqui a pouco a rotina e a correria do dia a dia começarão a consumir uma parte importante de nossas vidas, deixando pouco espaço no tempo e na memória para as resoluções que fizemos para o ano vindouro.

Esse ano para mim tem uma simbologia muito forte, por ser o ano no qual completo 40 anos. O número redondo me coloca sempre em um estado de ânsia. É quando vem à tona todos os planos que fiz dez anos antes e não se concretizaram plenamente, é quando cresce o senso de urgência, começo a ver a ampulheta do tempo deixar cair a areia sempre mais depressa. Tanta coisa ainda para fazer e a areia caindo em um compasso frenético. O tempo urge!

A minha lista de resoluções para 2018 é extensa, não poderia ser diferente em um ano tão especial para mim. Mas de todas as resoluções, de todos os desejos, tem um muito especial. Neste ano, apenas iniciado, quero visitar um lugar novo que está fora do meu radar, quero poder dividir com vocês uma experiência totalmente nova, diferente de todas as que já tive, quero me aventurar no desconhecido e surpreender a mim mesma. Não faço ideia de para onde irei, mas tenho certeza de que conseguirei me aventurar em algum lugar fascinantemente desconhecido!

E você para onde gostaria de se aventurar em 2018?

 

Beijos e até a próxima!

Zélia R.

(zelia@suoviaggio.com.br)

Share Button